A resposta para essa pergunta costuma ser bastante previsível: “Porque é importante/porque quero progredir profissionalmente/porque hoje em dia é necessário/para a minha formação acadêmica…

O que raramente se ouve, porém, é que a pessoa queira estudar inglês porque gosta, porque é importante para seus valores pessoais, porque deseja expandir sua mente, ampliar horizontes, enriquecer o seu mundo e suas experiências de vida.

Será coincidência que um número considerável de pessoas acabe achando o inglês muito difícil, acabe estagnando, desistindo ou achando que estudar um idioma é maçante e cansativo? É claro que um método mais dinâmico e otimizado pode ajudar consideravelmente o aprendiz a evoluir com mais leveza e menos desgaste, e pode, sim, ser uma parte central do aprendizado, mas será esse o grande fator primordial que leva uma pessoa a aprender e se tornar fluente e outra a estacionar e desistir no meio do caminho?

Como em qualquer aprendizado na vida, os melhores resultados são obtidos sempre que houver prazer e interesse pessoal envolvidos. Por mais importante que alguma coisa seja para você, se a empreitada for encarada como obrigação, o resultado estará sempre aquém do que poderia ser, impedindo que você alcance plenamente seu potencial, pois o sofrimento será maior e o investimento de tempo e energia menor. Pense numa música, por exemplo. Quando ouvimos uma música da qual gostamos, aprendemos a letra numa velocidade espantosa, não é mesmo? Basta ouvir duas ou três vezes, e você já está cantando a música! Porém, se você ouve uma música que não gosta, mesmo repetindo dez vezes, você ainda não vai conseguir se lembrar da maior parte da letra.

Nós, seres humanos, somos repletos de emoção. O que sentimos governa nossa vida muito mais do que imaginamos. E estudos comprovam o quanto o aprendizado depende da quantidade e qualidade de sentimento presente. Isso porque a emoção é o motor propulsor do funcionamento intelectual, e é da emoção – e não da lógica – que vem aquele sentimento poderoso que chamamos de motivação.

E a motivação pode ser fortalecida também quando agregamos à emoção crenças e valores pessoais que moldem nossa visão de mundo. Por isso, ao pensar sobre aprender um idioma, tente refletir sobre todas as vantagens pessoais que essa experiência oferece, para além de todos os ganhos profissionais que obviamente todos já sabemos, num mundo globalizado como o de hoje.

Pense, por exemplo, que um idioma é algo maravilhoso, que permite a você se relacionar com outras pessoas pelo mundo, que lhe dá a liberdade de ir ou de viver onde quiser, ou que, ainda, lhe permita ter acesso a todas aquelas informações existentes na web que você jamais sonhou encontrar, afinal, você sabia que cerca de apenas 3% da informação na web está em português, enquanto 53% está em inglês? Ou seja, não saber um segundo idioma, especialmente o inglês, que foi eleito a língua franca da atualidade, nos coloca numa posição tão vulnerável e dependente quanto a de alguém que não saiba ler nem escrever e que precise confiar no que os outros contam a ele já que não pode ler ou conferir por si mesmo, ou seja, não saber inglês nos aliena do que acontece no mundo, afinal, com um porcentagem tão pequena da informação global traduzida para o nosso idioma, estamos em tremenda desvantagem sabendo apenas a nossa língua.

Muito provavelmente, isso, por si só, talvez já seja o suficiente para ajudá-lo a desenvolver um amor especial por aprender inglês, afinal, será justamente esse idioma a chave para nossa realização pessoal em múltiplos aspectos, tais como a ampliação de horizontes, o enriquecimento da nossa visão de mundo, o aumento da nossa liberdade de ir e vir, a sensação de satisfação e superação, o orgulho de si mesmo, o reforço da autoestima, uma fonte de prazer, as vivências interpessoais inéditas, o aproveitamento de oportunidades diversas, enfim… a lista de benefícios é tão imensa que talvez faça com que, a partir de agora, você veja o inglês como nunca antes, ou seja, em vez de enxergá-lo apenas como um instrumento profissional necessário, ele poderá se tornar o seu melhor amigo e a sua maior realização.

 

See you soon 😉

Oldcastle School of English

 

  • Unidade Osasco: Vila Campesina
  • Unidade Barueri: Centro