fbpx

A tradução te impede de aprender!

Blog da Oldcastle - Escola de Inglês em Barueri, Osasco e Alphaville

Você sabia que para aprender inglês você não precisa se atentar a traduções?

Isso parece desafiador para algumas pessoas, mas, na verdade o apoio em traduções te afasta muito da tão sonhada fluência.

 

Vamos ver como esse mecanismo acontece, na prática:

 

1 – Pense em como você aprendeu Português, nossa língua mãe. Primeiro viu/ouviu, depois passou a falar e depois a ler e escrever. Esse é o fluxo natural de aprendizagem e inverter essa ordem não funciona 🙂 A verdade é que ninguém precisou te explicar gramática ou significados nesse processo para que você adquirisse a habilidade de falar Português.

2 – A tradução, mesmo que feita muito rapidamente, leva fração de segundos. Quem nunca viu um brasileiro falando inglês com muitas pausas e “ãs” no meio da frase?

Nitidamente, uma pessoa que estudou, mas que pensa muito para falar (traduz mentalmente). Com certeza, depois de uns minutos ela estará muito cansada devido a todo esse esforço.

3 – O fato de não conseguir pensar em inglês por não se permitir desenvolver essa habilidade, apoiando-se em tradução, vai te fazer ver uma atividade como assistir um seriado sem legenda, algo impossível. Aquela sensação de que “os personagens falam muito rápido” não vai te abandonar! E sim, isso também cansa muito: assistir algo e ficar tentando entender tudo por meio de tradução mental.

 

Mas como se desprender dessa necessidade insistente de tradução?

 

Aqui estão algumas dicas:

 

1 – Desapegue de tentar entender tudo. Relaxe durante a aprendizagem e busque compreender o contexto e observar as expressões de quem fala, gestos, entonação, demonstração de objetos ou figuras (no caso de alguns métodos de ensino isso é muito utilizado).

2 – Assista vídeos ou séries que já viu antes, sem legendas e treine seu listening (capacidade de ouvir e entender). Como você já conhece a história fica mais fácil de se desprender da necessidade de pensar no significado das palavras.

3 – Pratique, pratique e pratique. Ouça, fale (muito), leia, escreva. Essas 4 habilidades associadas é que te levam longe. Nenhuma delas, isoladamente, surtirá efeito.

4 – Pesquise culturas! Busque informações sobre cidades do exterior, seus costumes, assista filmes e documentários que mostram a história, repare em sotaques, expressões idiomáticas. Seja curioso em relação a vivência dos povos que falam inglês.

 

Antes que você se pergunte como funciona no caso de tradutores intérpretes, saiba que esses profissionais conhecem profundamente a língua inglesa, assim como o português, estudaram muito para isso e treinaram habilidades bem peculiares como foco e oratória 😉

 

Bom exercício de desapego de traduções para você! Não se subestime. Você vai perceber que realmente é capaz de evoluir no inglês, pensando em inglês.

 

E por fim, o mais importante: se a tradução é um apoio para você atualmente, não vai ser fácil eliminar esse hábito. Não se cobre tanto e vá com calma no processo de alcance da fluência. 5% dos brasileiros já chegaram lá e todos nós somos absolutamente capazes.

 

See you soon 🙂

 

OLDCASTLE SCHOOL

Aulas online, ao vivo.

Aulas presenciais, na grande São Paulo.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no skype
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Você pode gostar

A oldcastle entrará em contato com você 🙂
Aqui você aprende!